Informações sobre sexualidade e disfunções masculinas.
DISFUNÇÕES MASCULINAS

DISFUNÇÕES SEXUAIS " UM PROBLEMA DOS TEMPOS MODERNOS"

 Em verdade, se recorrermos a dados históricos, veremos que a preocupação com o desempenho e a busca do prazer remonta a tempos muito antigos. Descobriremos ainda na Grécia antiga, a produção de “dildos”, hoje conhecidos como vibradores, alem da produção de inúmeros afrodisíacos, bem como a tentativa de produzir  um preservativo a partir da tripa de animais, ou ainda anticoncepcionais a partir de misturas que envolviam até fezes de crocodilo.

Todas essas tentativas, no entanto, foram sempre mantidas sobre grande sigilo, afinal, quase tudo era ‘ feio, pecado, proibido.

A igreja, proibia o sexo em 273 dias pôr ano no sec. Vl l, e no sec. XVl, ainda o proibia pôr 130 dias no ano. Para isso, contribuiu sem duvida, St°. Agostinho,(sec. V) com sua teoria do pecado original. Esta vinha perdendo força, quando foi retomada pôr  São Tomas de Aquino, (sec Xll). Tal controle encobriu pôr  vários séculos os problemas: Ninguém ousava se queixar.

Essa repressão segue até nossa era , em novelas como XICA DA SILVA e series como O GUARANI, está bem representada essa cultura, machista, onde à mulher não podia nem se mexer, (durante o ato sexual), sob pena de ser rotulada de prostituta. Chega até o século XX, atenuada é verdade, mas ainda no inicio do século havia uma divisão:

- A ”mulher direita” que casava virgem, muitas vezes em casamentos arranjados, onde o sexo era para “servir” ao marido, que tinha direitos, enquanto a mulher, deveres: “ Cumprir com a obrigação de esposa”. Alem é claro das tarefas domésticas.

- E a mulher “vadia”, a essa sim era dado o direito ao prazer, em troca, perdia outros  direitos, como o de ser respeitada, ou ir à igreja pôr ex.

- Vale lembrar que “vadias ou prostitutas” era também o titulo dado a atrizes de teatro, circo, cantoras, etc.

Mas voltemos ao século XVlll:

Para dar conta do trabalho, aportavam em nossos portos, “navios negreiros” despejando negros e negras, vindas da África. As negras não estavam sob o jugo da cultura colonizadora, e, ao serem obrigadas a “servir” ao senhor, berravam e gemiam como verdadeiras fêmeas de sangue quente.
Ainda levaria algum tempo até que as damas da corte descobrissem, em contato com as negras, o que estas sabiam de cor. Personagens como Marquesa de Santos e Dona Beija deram sua contribuição. Mas é só na década de 60 do século XX, que as mulheres, em praça pública deram seu grito de liberdade queimando sutiãs. Logo Leila Diniz iria escandalizar indo à praia, grávida, de biquíni. Como se não bastasse, surge a pílula, foi a gota d’água, a mulher descobre o prazer do orgasmo, enquanto o homem, ameaçado, não mais podendo exigir a virgindade, que impedia que fosse comparado com outro, descobre a ejaculação precoce e a disfunção erétil : Estão descobertas as disfunções sexuais.

Agora o orgasmo não é mais privilégio masculino, e se ele não for capaz de proporcioná-lo à mulher, ela provavelmente, procurará outro. E é ao buscar outro, que muitas vezes, ela descobre e só então que o prazer existe.

Tudo isto aconteceu muito rápido, cerca de 3 décadas . Alem do que, nessa mesma época ocorrem uma serie de acontecimentos políticos-econômicos . O golpe de 1964, as varias moedas, geradoras de crises econômicas, o desemprego, o aumento da violência...

...E ainda apareceu a AIDS. Aí é demais. Tempere-se tudo isso com uma grande dose de STRESS que assola o mundo, machista principalmente, pronto: Está formado o “caldo de cultura” para o surgimento de inúmeros problemas individuais e ou conjugais, entre os quais as DISFUNÇÕES SEXUAIS. Sendo as mais comuns no homem:  Ejaculação precoce e disfunção erétil, (impotência) enquanto que na mulher temos a anorgasmia e vaginismo como as mais freqüentes.

Antes não tínhamos esse problema queixam-se alguns. Mas não há motivo para pânico, apenas um ciclo foi fechado, estamos caminhando rumo a uma nova ordem, sem dúvida muito mais prazerosa, que permitirá o crescimento pessoal e coletivo. Todo o começo num entanto, assusta, demanda investimento, e o primeiro passo é o dialogo. Converse com seu parceiro(a) com amigos ou busque apoio especializado, mas faça. Você talvez descubra, que bem mais fácil do que imaginava, sair do “feijão com arroz e ovo frito” para um suculento banquete, que pode estar bem próximo, sem que o tenha percebido.

Felicidades e...

Muito prazer. 

 

Obs.
Questione sempre do que vê, ouve ou lê. Inclusive este artigo. 

 

BIBLIOGRAFIA
JABLONSQUE, Bernardo – Até que a Vida nos Separe – Ed. Agir - RJ  
NOVAES, Carlos Eduardo – Sexo Para Principiantes – Ed Ática SP 
TANNAHIL, Reay  - O Sexo na História – Ed  Francisco Alves RJ  

 

Augusto Mendes
Psicólogo/sexólogo

DISFUNÇÃO ERÉTIL (impotência)? FAÇA O TESTE.

Um problema da era moderna afeta hoje uma grande parcela da população masculina em idade sexualmente ativa (dos 18 aos 45 anos). E por conseqüência os relacionamentos.

Sim, da era moderna, pois hoje vivemos num mundo cada vez mais competitivo, onde o stress, a correria do dia a dia, a luta pra pagar as contas etc...

Alem do mais, a mulher, hoje mais informada não se contenta com uma relação onde ela não atinge o orgasmo.

A vida moderna exige mais e mais: celulares, TV a cabo, Internet, plano de saúde...

E pra pagar isso tudo o casal se desdobra trabalhando mais e mais. A cada dia menos tempo sobra para o lazer, assim, a sexualidade antes fonte de prazer agora vira obrigação, (obrigação de marido e ou do casamento). E ainda tem os filhos que, claro exigem atenção e com com frequência frequentam a cama do casal. É aí que mora o perigo. A ansiedade ou stress gerados nesse contexto são incompatíveis com o mecanismo de ereção e ejaculação.

O homem precisa estar tranqüilo para ter uma boa ereção e mantê-la pelo tempo necessário para que sua parceira possa atingir o orgasmo.

Mas você acha que não está legal, tem duvidas se precisa de tratamento, e se precisa, será de médico ou de psicólogo?

Faça o teste:

Você acorda com ereção matinal?

Tem ereções noturnas?

Vendo fotos ou vídeos eróticos, você tem ereção?

Tem ereção com outras pessoas?

Tem ereção, mas perde durante a penetração?

Tem ereção, não perde, mas ejacula antes dela?

Se a resposta a alguma dessas perguntas foi (sim), SEU PROBLEMA É EMOCIONAL.

Procure um psicólogo preferencialmente da linha comportamental (TCC), o mais provável, é que o problema se resolva com terapia, melhor se for com o casal e sem necessidade de medicação.

Cuidado com medicamentos que anunciam resultados milagrosos. Eles podem causar sérios problemas cardiovasculares. E os injetáveis no pênis, se usados inadequadamente, alem da dor podem causar leões, e aumentar o problema. Alem do que, seu custo é abusivo.

Informe-se procure outras opiniões.

 

Mas lembre-se:
Questione tudo que você vê, ouve ou lê, inclusive este texto.

Augusto Mendes
Psicólogo/sexólogo

Ejaculação Precoce.

EJACULAÇÃO PRECOCE: MITOS E VERDADES.

Tenho sido procurado por vários pacientes que iludidos por propagandas buscaram tratamentos milagrosos e ou imediatistas e se frustraram. Vale lembrar: sempre com um custo muito alto. Sendo assim, vamos tentar esclarecer.

EJACULAÇÃO PRECOCE é aquela que ocorre antes do momento desejado. Ou seja, não há um tempo prédeterminado, o homem deve conseguir controlar sua ejaculação até que sua parceira atinja o orgasmo, se esta ocorre antes, dizemos que é Ejaculação Precoce. A Ejaculação precoce, atinge cerca de 25% dos homens e é mais comum na faixa dos 18 aos 35ª 

Na imensa maioria dos casos não requer qualquer medicação, pois tem origem no emocional, é resultante da ansiedade gerada pelo medo do desempenho, “já sei q vai acontecer outra vez”. Chamamos esses pensamentos de distorcidos, (“negativos”). E será que já criaram remédio pra mudar nossa forma de pensar? 

O tratamento recomendado e reconhecidamente mais eficaz é através da psicoterapia cognitiva comportamental, (TCC). 

Será que a Ejaculação Precoce ocorre sempre, em qualquer condição ou só quando você esta com ela? Ou seja, quando você sozinho e se masturba também ocorre? 

Faça um teste, avalie o tempo que você demora pra ejacular nas diversas situações. Com diferentes parceiras, diferentes lugares, vendo filmes, fantasiando... 

E se em situações diferentes temos diferentes resultados, podemos afirmar que a Ejaculação Precoce é de fundo emocional. 

É preciso fazer uma reflexão desde a adolescência, lembra quando ficavam batendo na porta do banheiro: “ta demorando muito nesse chuveiro”. 

A terapia (TCC) através da reestruturação cognitiva, com exercícios de respiração, relaxamento, permite que em curto espaço de tempo você possa encontrar o prazer com sua parceira, seja esposa, amante, namorada... 

Pesquise se informe busque outras fontes assim poderá decidir com mais segurança qual o melhor caminho a seguir. 

 

E lembre-se:

Questione tudo que você vê ouve ou lê, inclusive este artigo. 

Augusto Mendes
Psicólogo/sexólogo

STRESS OU ANSIEDADE?

 

O estress é uma resposta instável a fatores externos que podem provocar efeitos a curto, médio e a longo prazo. Estress momentâneo, aquele que ocorre num momento de pânico como um acidente ou um assalto é natural e benéfico, pois trata-se de um conjunto de ações promovidas pelo sistema nervoso central (SIMPÁTICO) que preparam o organismo para uma ação de defesa e que é neutralizada pelo (PARASSIMPÁTICO) logo que sessa a ameaça.

 

Já a ansiedade é aquela sensação exagerada de medo, temor ou pavor que se instala diante de determinadas situações gerando sintomas como taquicardia, sensação de falta de ar e de aperto no peito, sudorese, boca sêca por exemplo.

É comum aparecer antes ou durante uma prova como o vestibular ou numa entrevista de emprego.

 

“Estress é excesso de passado, ansiedade é excesso de futuro.”

Tem tratamento e na maioria dos casos a terapia é o mais indicado, recomendo TCC, Terapia Cognitivo Comportamental. Em casos graves talvez seja necessário uso de medicamentos, que devem ser prescritos por um psiquiatra em tratamento conjunto com o psicólogo.